sábado, 12 de fevereiro de 2011

Versos de saudade


Saudade, ventura ausente Um bem que de longe se vê
uma dor que o peito sente Sem saber como e porque.

Um desejo de estar perto De quem esta longe de nós
Um ai que não sei ao certo Se é um suspiro ou uma voz.

Dizem que a distancia mata, Mata o amor, mata amizade
mas se não fosse a distancia Não existiria a saudade.

O amor é um crime Que só traz contrariedade
meu amor aqui tão perto E eu morrendo de saudades.

A distancia que nos separa, não é tão grande que não possamos nos ver
O amor, quando existe, pra tudo há jeito, eu hei de encontrar você.

Das lagrimas fiz um rio Da saudade fiz um barquinho
E navegando horas a fio Pensando em ti amorzinho.

Se com uma lagrima eu pudesse impedir sua partida
Choraria a vida inteira para não haver despedida.

Um sorriso de tristeza, Um soluço de alegria
O suplicio de saudade, Que uma esperança alivia

As alegrias somadas, As tristezas diminuídas
As esperanças multiplicadas, As saudades divididas.

A saudade não tem asas E nem pernas pra correr
Mas esta em toda parte Fazendo agente sofrer.

Saudade é uma espécie de flor
Se plantada mais tarde será colhida amor.

Saudade palavra doce Que traduz tanto amargor
Saudade é como se fosse O espinho cheirando a flor.

Nessas três silabas há de acabar toda uma canção
Bendita dor da saudade que faz bem ao coração

Autores desconhecidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget