quarta-feira, 16 de março de 2011

O Tempo


Tempo é uma viagem sem volta,
E nessa jornada junto com ele está,
O espaço, o amor e a felicidade,
No escuro de um beco na cidade.

Amor nasce no ritmo do tempo,
Longo, curto, lento ou rápido.
Só é necessário uma flechada do cupido,
Para o amor ali nascer ao luar.

Lua essa que está a observar,
Eu nesse momento a criar,
Esse poema para a mulher amada,
Que fez meu coração sua morada.

Mostrando q simplicidade do amor,
Que pode surgir numa breve noite de calor.
Um gesto, uma palavra, olhar.
Um amor nascendo ao tempo do amor!

Eu Te Amo!


Rodrigo Modena

Um comentário:

  1. Que lindo Roh... o tempo tem sido muito generoso conosco nao é mesmo ^^

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget