terça-feira, 21 de junho de 2011

Carta XII


Faço um mundo apenas teu
Para que eu possa adorar a penas a ti.
Ver-te ao acordar
Ver-te ao dormir.
Porque tudo o que preciso
É de você junto a mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget